sábado, 25 de setembro de 2010

- Primeiro post! (Perdendo a virgindade de blog, rs)

 

Vamos deste o inicio...
Bem, tanto eu, Catharine, quanto meu namorado, Luiz Felipe (LF) , temos 16.

- Nos conhecemos na 7ª serie do Ens. Fundamental (2007) , tínhamos um amigo (Cebola) em comum e fomos apresentados. Até aí, nada demais, ele estudou no turno da manhã por umas 2 semanas e voltou pro turno da tarde.
Mas ainda ia algumas vezes de manhã no colégio, pois fazia aula de teclado e como o professor costumava falta, passava o recreio com a minha ‘panela’.
- Depois sumiu, uma vez ou outra, nos encontrávamos via MSN, mas era raro, já que eu costumava ficar online a tarde, hora que ele estudava.
Chegou o meio do ano, eu que na época tinha um outro pretendente, ia dançar caipira com ele; mas por ser um relacionamento inconstante, acabei por dançar com um outro amigo do Luiz, o Vander, mas por fim não deu pro Vander dançar, ele pediu pro LF dançar comigo.
- Dançamos e talz. Mas nem via o LF com maldade, na verdade, nem o imaginava como um homem namorável ou pegável,  ( eu tava apaixonada por outro.)

Até que no dia 06/12/2007, um amigo (Peixinho), me liga ás 10 horas da noite, falando que tinham feito um MSN, pra eu entrar e add ele. Perguntei se ele tava louco, era mais de 10 horas, e a sorte é que meu pai tinha acabado de ir dormir, pqê se não, iria reclamar muito. Mas ele continuou insistindo, e como estava de ferias e com insônia, acabei entrando na Internet (escondida). Peixinho, não ficou nem meia hora falando comigo, coincidência ou não, LF estava online, e acabei por virar a madrugada em claro conversando com ele aquela noite, a partir daí, reparei em como ele era bonito, inteligente e PEGÁVEL.  Depois disso só fui o reencontrar online, dia 17, e depois dia 19 ou 20, não lembro. E depois, meio que virou uma obsessão falar com ele, não sei se já estava apaixonada. E fazia tempo que não ficava com aquele outro pretendente, lembro que dia 23, fiquei na chuva pensando em que caminho seguir, e por quem estava afim. No Natal (24/12) , o ‘outro’ pediu pra ficar com ele, foi ali que decidi que escolhia o LF, mesmo sem ter certeza de nada, me parecia ser a melhor escolha. Até que ele me chamou pra ir no shopps, no dia 31 de dezembro, quem vai no shopps neste dia?? – Eu estava feliz por ir, mas por fim no dia, estava muito muito muito quente, e minha mãe que antes tinha liberado de ir, não quis deixar eu ir, falou pra marcar outro dia, já que a noite a família toda iria se encontrar. Fiquei triste.

Remarquei pra 02 de janeiro, lembro que me arrumei super cedo (ansiosa) e fiquei esperando, tínhamos marcado de se encontrar na porta do colégio, mas meu pai mandou que eu ligasse e pedisse pros pais dele (que iriam nos levar), pra vir me buscar, já que ele queria saber com quem a ‘filhinha’ dele tava andando. Os pais deles vieram aqui, e foi super constrangedor, nossos pais se apresentaram como se já estivéssemos namorando.
“ – Prazer, eu sou o pai do garoto!”, lembro do pai dele falando enquando apertava a mão do meu pai.
Mas enfim, passou.  Assistimos o filme: “ A bússola de ouro” (Horrível, diga-se de passagem), compramos pipoca, e comemos nem 2 dedos do saco ( cada um com uma, media). Depois fomos pros jogos, LF gastou no mínimo uns 30 reais, naquelas maquinas querendo pegar um ursinho pra mim, até que conseguir faze-lo desisti..
- Era mais negocio ter ido na loja, haushausha.
Cheguei em casa, e fui mega zoada pelo meus pais, rs.

No dia seguinte, dia 03/01/2008.
Eu já não tendo vida social, pqê passava o dia todo na frente do computador, esperando ELE entrar, ele entrou e ficamos conversando, na hora umas amigas batem no portão e me chamam pra ficar na rua, falei que tava conversando com o Luiz, elas de saco cheio e rindo da minha cara por conta do meu pequeno ‘vicio’, falaram que queriam conhecer esse menino que estava me roubando delas, falei que um dia, talvez, conhecessem.
E meu conto de fadas, via Internet continuava.
Até que LF me manda um e-mail/carta/musica linda (um dia coloco aqui.) Ele falou que queria mandar pra uma menina, meu chão abriu e estava preste a me engolir, quando ele falou que a ‘menina’ era eu. Era um pedido meio informal e confuso de namoro (eu adorei).  Mas só fui descobrir que estava realmente namorando no dia 05/01.
E tudo isso sem nunca ter ficado, e só se vendo uma única vez deste de que todo esse encanto surgiu.
Nos encontramos novamente, no meu aniversario de 14 anos, a gente tinha combinado dele pedir meu pai em namoro. Combinei de ir buscar ele e outros amigos na porta do colégio, cheguei lá fiquei tão sem graça, que mesmo namorado com ele, só tive coragem de dar um beijo na bochecha com muita vergonha ( Diga-se de passagem, estou vermelha agora). Fomos pra minha casa, todo mundo meus amigos já sabiam e talz. Todo mundo lá no terceiro andar, chegou a hora, LF desceu e foi falar com meu pai que estava vendo TV. Bem, meu pai falou pra ele ir outro dia já que a casa estava cheia.
E na hora dos parabéns? O bendito: Com quem será! Senti meu rosto ficar rosa, depois vermelho, depois roxo, azul, laranja, verde (Todas as cores imagináveis.) Mas passou, mas continuava com vergonha, e ainda não tínhamos nos beijado. Até que depois que todos os meus parentes foram embora ( todos já sabendo da novidade, e minhas tias torcendo e perturbando pra ligar pra elas assim que começasse a namorar.) Meus pais desceram e só ficamos os amigos conversando e zoando, até que um amigo (Manga), pede um selinho. PRONTO, tivemos nosso primeiro contato físico. Depois 2 amigos queria ficar, e acabamos por acompanhá-los. Foi maravilhoso, não sei como alguém podia ser tão romântico, protetor, respeitador, encantador, carinhoso e tudo mais. Até que o somos interrompidos por ouvir de longe a belíssima (ironia) piada do Manga sobre tomates. Esqueci de mencionar a musica que tocava: Coisas que Sei – Danni Carlos.
Aquele dia foi maravilhoso: chovei, fez sol, teve 2 arco-iris (um por cima do outro), o céu ficou com infinitas cores (rosa, avermelhado, azul, branco), o por-do-sol foi lindo.  Tudo somente pra contemplar o NOSSO momento.

Mas ainda não namorávamos oficialmente, tínhamos combinado dele ir lá no dia 17/01 ( só 2 dias depois), fui pra natação cheguei umas 3:30/4:00 horas, LF falou que passaria na minha casa lá pelas 5 da tarde, mas chovia tanto tanto, que nem acreditava que ele viria, deitei e dormi. Do nada, minha mãe, vem me chacoalhando, falando que o LF tava aqui! – Olhei pela janela, uma chuva, parecia que o céu tava caindo, levantei correndo lavei o rosto, escovei o dente no segundo andar mesmo e desci. E lá estava ele, molhado, com a barra da calça toda suja esperando por mim! Foi um pouco vergonhoso, meu pai perguntou se era isso mesmo que eu queria, e como todo OFICIAL ditou as regras dele.
Em 2008, LF passou pra manhã mas foi pra outra sala.
E foi assim que tudo começou..

Exato, começamos a namorar com 13 anos...
Mas como nem tudo é um mar de rosas; esse começo de anos (2010) foi bem conturbado, com muitas brigas e pessoas se metendo. Sempre estudando no mesmo colégio, apesar de ser em salas ou turnos separados. Esse ano ele foi pra minha sala, acho que houve um choque, talvez, em maio optamos por terminar, e assim acabar uma historia de 2 anos e 4 meses, mas como a saudade era muita, acabávamos por voltar e ficar algumas vezes, mas sempre brigávamos por algum motivo bobo, e só ficávamos já que eu não confiava nele a ponto de voltar. Ficamos assim por um mês e pouquinho, até...

Que mesmo estudando na mesma sala e se vendo todo domingo na igreja, tomamos rumos diferentes, eu já estava ficando com outra pessoa, e ele já havia pedido outra menina em namoro, já não nos falávamos. Ele era o bom menino que sentava lá na frente, e eu a garota lá do fundão..

MAS como o destino sempre se coloca, não sei como e também não sei porquê acabamos por nos voltar a falar, até que teve uma festa de 15 anos de uma amiga ( Nath ), estava sempre a dançar com minhas amigas, até que tocou uma música de forró ( Mesmo ele sendo meio EMO,  e eu meio REVOLTS – rock), sempre nós temos muito bem nesse estilo, e ele acabou por me chamar pra dançar, meio sem graça aceitei, a mãe e a tia da aniversariante ficaram super feliz (reparei o olhar delas). Depois disso, nos falamos as vezes pelo MSN, e não sei quando ou onde, a magia que estava começando a ser esquecida tornou a voltar (não sei quando, nem onde). Mas no dia 29 de julho, optamos por voltar.
E cá, estamos nós juntos novamente.
- Procurando viver da melhor forma possível!



-Cath Sant’Ana

7 comentários:

  1. =) Obg, gente! **
    - haushaus, o amor sempre vencee ficou tão final de filme da Xuxa, kk..

    ResponderExcluir
  2. Realmente, fez mesmo!!
    - ée um dos meus cupidos !

    ResponderExcluir
  3. pqp kkkkkk e eu li o.o

    ResponderExcluir